Regras Editoriais

 
1. POLÍTICAS DE SEÇÃO
 
Editorial: é responsabilidade da Comissão Editorial dos Cadernos de Filosofia Alemã.
 
Artigos: publica artigos originais e inéditos em português, espanhol, inglês ou francês. Também são aceitos artigos em português e outro idioma (submissão bilíngue).
 
Resenhas: publica resenhas originais e inéditas em português, espanhol, inglês ou francês. Também são aceitas resenhas em português e outro idioma (submissão bilíngue). Recebemos resenhas sobre um livro, ou vários livros que tratem de um mesmo assunto. A obra resenhada não precisa necessariamente ter publicação nacional.
 
Entrevistas: publica entrevistas em português e espanhol, com intelectuais que fizeram importantes contribuições em campos de estudo relacionados aos eixos de publicação dos Cadernos de Filosofia Alemã.
 
Traduções: publica textos clássicos/importantes vertidos para o português. Não se aceita espanhol com idioma de origem do texto.
_____________________________________________________
2. PROCESSO DE AVALIAÇÃO PELOS PARES
 
- Os textos são apresentados voluntariamente ou por convite.
 
- Uma vez recebidos, verifica-se se os textos estão adequados à política da revista para, em seguida, serem examinados seus aspectos formais.
 
- Caso sigam as normas formais da revista (tamanho, regras para citações e referências bibliográficas), os artigos serão submetidos a dois pareceristas indicados pela Comissão Editorial e depois submetidos a esta, que se reserva o direito de aceitar, recusar ou reapresentar com sugestões de mudanças, o original do autor.
 
- A revista conta com a colaboração de avaliadores externos alheios à sua equipe editorial e à instituição editora.

 
- Os artigos são enviados para dois pareceristas, preservando-se o anonimato do autor.
 
- A avaliação deve seguir o roteiro de avaliação da revista.
 
- A Comissão Editorial se reserva o direito de introduzir modificações necessárias para adaptar os textos ao padrão editorial e gráfico da revista. Em caso de eventuais modificações substanciais no âmbito conceitual dos textos, elas serão solicitadas aos autores.
_____________________________________________________
3. ENVIO DE TEXTO
 
- Os originais devem ser enviados com texto digitado em formato DOC ou DOCX. Os textos podem ser submetidos no sistema OJS, clicando neste link
Maiores informações podem ser obtidas por email: filosofiaalema@usp.br
 
- Os autores devem fornecer o seu endereço completo (incluir CEP), telefone e correio eletrônico (e-mail) para contato. Também é necessário o envio dos dados profissionais (instituição, cargo e titulação).
 
- Os autores serão notificados por e-mail da recepção das colaborações.
 
- Os autores de trabalhos publicados nos "Cadernos de Filosofia Alemã: Crítica e Modernidade" receberão gratuitamente cinco exemplares da revista.
_____________________________________________________
4. DIREITOS AUTORAIS
 
As informações e conceitos emitidos em artigos assinados são e absoluta responsabilidade de seus autores. A apresentação das colaborações ao corpo editorial implica a cessão da prioridade de publicação ao "Cadernos", bem como a cessão dos direitos autorais dos textos publicados, que só poderão ser reproduzidos sob autorização expressa dos editores. Os colaboradores manterão o direito de reutilizar o material publicado em futuras coletâneas de sua obra, sem o pagamento de taxas aos "Cadernos". A permissão para reedição ou tradução por terceiros do material publicado não será feita sem o consentimento do autor.
_____________________________________________________
5. FORMATO DOS ARTIGOS
 
Idioma:
Os Cadernos aceitam artigos, entrevistas e resenhas em português ou espanhol; apenas traduções para o português serão aceitas.
 
Título: 
Deve constar o título no idioma escolhido (português ou espanhol) e também sua versão em inglês.
 
Nome dos autores: 
Os nomes serão publicados da maneira como forem enviados bem como com a titulação acadêmica e indicação da instituição a que cada autor está filiado.
 
Auxílio:
 Se o trabalho foi subvencionado, deve-se indicar a entidade que concedeu o auxílio.
 
Tamanho: 
Artigos: Os artigos enviados para publicação devem ser inéditos e conter no máximo 45.000 caracteres (com espaços), incluindo referências bibliográficas e notas.
 
Resenhas: As resenhas críticas de um livro, ou de vários livros que tratem do mesmo tema, devem conter no máximo 20.000 caracteres (com espaços), incluindo referências bibliográficas e notas. As resenhas devem apresentar no início do texto a referência completa das obras analisadas.
 
Entrevistas: 40.000 caracteres (com espaço), incluindo referências bibliográficas e notas.
 
Traduções: As traduções enviadas para publicação devem ser inéditas e conter no máximo 45.000 caracteres (com espaços), incluindo referências bibliográficas e notas.
 
Resumo e descritores:
- Os artigos devem ser acompanhados de resumo de até 100 palavras, na língua do artigo e em inglês.
- Até 5 palavras-chave, também nas duas línguas, separadas por ponto e vírgula.
 
Agradecimentos: 
Devem ser breves e dirigidos apenas a pessoas ou instituições que contribuíram para a elaboração do trabalho e devem vir no início do trabalho.
 
Notas: 
As referências bibliográficas e notas substantivas devem vir em nota de rodapé, de acordo com as regras para citações e referências bibliográficas (conferir item 06).
 
Referências bibliográficas: 
Devem estar no final do texto e devem estar organizadas, primeiramente, por ordem alfabética dos sobrenomes dos autores. Os textos de um mesmo autor devem ser ordenados de acordo com o ano de publicação, do menos para o mais recente.
_____________________________________________________
6. REGRAS PARA CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 
As referências bibliográficas devem seguir as normas APA (American Psychological Association).

Notas e citações textuais: 
As notas de rodapé devem ser utilizadas apenas para notas substantivas.
Citações textuais devem ter suas referências indicadas no próprio texto.
Exemplos:
“Assim, por exemplo, ele diz na Introdução à Para a crítica da economia política que ‘o trabalho é uma categoria (...) moderna’” (Marx, 1982, p.16).
“De acordo com Fichte (1992, p.357), ‘é esta a pedra basilar do realismo kantiano’.”
Para as referências seguidas da mesma obra, colocar entre parênteses idem, paginação (para paginação diferente) e idem, ibidem (para os casos de mesma paginação).
 
Referências bibliográficas: 
Devem estar no final do texto e organizadas, primeiramente, por ordem alfabética dos sobrenomes dos autores. Os textos de um mesmo autor devem ser ordenados de acordo com o ano de publicação, do menos para o mais recente.
A partir da segunda linha da referência, deve haver recuo de margem sob a terceira letra da entrada.
 
Livros:
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título em itálicosubtítulo em itálico.  Tradução de Nome e Sobrenome. Número da Edição, caso não seja a primeira. Local de publicação, Estado: nome da editora.
Exemplos:
Nietzsche, F. (2001). Além do bem e do mal. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo, SP: Companhia das Letras.
Lebrun, G. (2002). Kant e o fim da metafísica. 2ª ed. São Paulo, SP: Martins Fontes.
Dois a sete autores: separar todos os nomes por vírgula, exceto pelo último, que deve ser separado do anterior por vírgula seguida de &. Exemplo de apresentação da autoria: Aboulafia, M., Bookman, M., & Kemp, C.
_________________________
Capítulos de livro e coletâneas
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título do ensaio. In Sobrenome dos organizadores, Prenome abreviado dos organizadores (Orgs.), Título da coletânea em itálico: subtítulo em itálico (paginação inicial e final). Número da Edição, caso não seja a primeira. Local de publicação: nome da editora.
Exemplos:
Manin, B. (2007). Legitimidade e deliberação política. In Melo, R., & Werle, D. (orgs.), Democracia Deliberativa (pp. 16-7). São Paulo: Esfera Pública.
Honneth, A. (1995). Decentered autonomy: the subject after the fall. In Charles Wright (ed.), The Fragmented World of the Social: Essays in Social and Political Philosophy (pp. 261–72) Albany, NY: SUNY Press.
 _________________________
Capítulos de livro ou coletânea cujo autor é também o organizador
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título do ensaio. In _____ (Org.), Título da coletânea em itálico: subtítulo em itálico (paginação inicial e final). Número da Edição, caso não seja a primeira. Local de publicação: nome da editora.
 Exemplos:
Lebrun, G. (1983). Os duzentos anos desta Crítica. In ______ (Org.), Passeios ao léu (pp.17-22). São Paulo: Brasiliense.
Terra, R. (2004). Algumas questões sobre a filosofia da história em Kant. In _______. (Org.), Ideia de uma história universal de um ponto de vista cosmopolita, de I. Kant (pp.23-67). São Paulo: Martins Fontes, 2004.
_________________________
Artigo em periódico
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título do Artigo. Nome do Periódico (em itálico, em extenso, com todas as iniciais em maiúscula), volume em itálico (número), paginação inicial e final.
Se nenhuma data puder ser determinada, registra-se a abreviatura s.n. (nenhuma data) entre parênteses.
Exemplo:
Melo, R. (2008). O uso público da razão como procedimento: Um contraste entre Rawls e Habermas. Revista Doispontos, 5 (2), pp.113-41.
Schwarcz, L. M. (2009). Repertório do Tempo. Revista USP, 81, pp.18-39.
_________________________
Artigos de periódicos online
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título do Artigo. Nome do Periódico (em itálico, em extenso, com todas as iniciais em maiúscula), volume em itálico (número), paginação inicial e final. Doi: xxx (Inserir número DOI. Não havendo DOI, inserir: “Recuperado de” e endereço eletrônico e data de acesso)
Exemplos:
Marques, J. O. (2002). Sobre as Regras para o parque humano de Peter Sloterdijk. Natureza Humana. Revista Internacional de Filosofia e Práticas Psicoterápicas, 4 (2), pp. 363-381. Recuperado de: http://www.unicamp.br/~jmarques/pesq/Sobre_as_regras_para_o_parque_human.... Acesso em: 10 out. 2009.
Lemos, A. (2010). Post—mass media functions, locative media, and informational territories: new ways of thinking about territory, place, and mobility in contemporary society. Space and Culture, 13, pp. 403-420. Doi: 10.1177/1206331210374144.
_________________________
Monografias, Dissertações e Teses
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano) Título em itálico: subtítulo em itálico. (Tese de doutorado ou Dissertação de mestrado). Instituição, local. 
Exemplo:
Cacciola, M. L. M. O. (1981) A crítica da razão no pensamento de Schopenhauer (Dissertação de Mestrado). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP.
Caso haja acesso eletrônico, o endereço da página deve ser informado ao final, precedido pela expressão “Recuperado de”. Neste caso, o nome da instituição deve ser apresentado dentro dos parênteses, precedido por vírgula.
_________________________
Dissertações e Teses em formato eletrônico
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano) Título em itálico: subtítulo em itálico. (Tese de doutorado ou Dissertação de mestrado, Instituição, local).  Recuperado de: inserir endereço eletrônico. Acesso em: inserir data de acesso.
Exemplo:
Soria, A. C. (2010). Interpretação, sentido e jogo: um estudo sobre a concepção de fantasia (Phantasie) em Sigmund Freud (Tese de doutorado, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP). Recuperado de: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-21092011-153518/pt-br.php. Acesso em: 10 out. 2012.
_________________________
Livros eletrônicos online ou em formato PDF
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título em itálico: subtítulo em itálico. [E-book versão online ou PDF E-book]. Recuperado de: inserir URL ou DOI.  Acesso em: [data de acesso para URL].
Exemplo:
Lloyd, C. (2005) Growing up global: The changing transitions for adulthood in developing countries. [E-book versão PDF]. Recuperado de: http://www.nap.edu/books/11174/html/index.html. Acesso em: 5 maio 2007.
_________________________         
Livros digitais (Kindle, Kobo, Adobe Digital etc.)
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título do livro. [Versão digital]. Inserir DOI ou “Recuperado de: inserir endereço”.
 Exemplo:
McEwan, I. (2010).  Solar. [Versão Kindle]. Recuperado de: location 3732-40.
Smith, A. (2005). The wealth of nations. The Pennsylvania State University. [Versão Adobe Digital Editions]. DOI: 10.1036/007142363X.
_________________________
Trabalhos apresentados em congressos
Sobrenome do autor, Prenome abreviado. (ano). Título. In: Nome do evento (em itálico). Cidade, Estado/País: Anais [ou resumos], paginação inicial e final.
Exemplos:
Souza, L. S., Borges, A. L., & Rezende, J. O. (1994). Influência da correção e do preparo do solo sobre algumas propriedades químicas do solo cultivado com bananeiras. In: Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas. Petrolina, PE, Brasil. Anais, pp. 3-4.
Fraleigh, A. (1967). The Algerian of independence. In: Annual Meeting of the American Society of International Law, 1967, Washington. Proceedings...Washington: Society of International Law, pp.6-12.
_________________________
Entrevistas
Sobrenome, Prenome abreviado do (a) entrevistado (a). (ano). Título da entrevista: subtítulo (se houver) [Entrevista/depoimento concedido a Prenome abreviado, Sobrenome do entrevistador]. Nome do periódico (em itálico), número, paginação inicial e final.
Exemplo:
Mello, E. C. de. (1998). O passado no presente [Entrevista concedida a João Gabriel de Lima]. Veja, n. 1528, pp.9-11.
_________________________
Resenhas
Sobrenome do autor, Prenome abreviado do autor. (ano). Título da resenha: subtítulo (se houver) [Resenha de Título do livro, de A. Autor & B. Autor]. Nome do Periódico (em itálico), volume em itálico (número), paginação inicial e final. 
Exemplo:
Frayze-Pereira, J. A. (2001). Da possibilidade da crítica à cultura: psicanálise e filosofia [Resenha de: Psicanálise fim de século: ensaios críticos, de I Carone]. Revista Brasileira de Psicanálise, 35 (2), pp. 403-406.
 
Apenas serão encaminhados para o processo de avaliação os trabalhos que seguirem nossas normas de publicação tanto para o formato quanto para as referências bibliográficas.